segunda-feira, 16 de abril de 2018

Alunos do nosso Agrupamento selecionados para participar no estudo PISA 2018



PISA 2018

Estudo Principal

46 alunos do nosso Agrupamento foram selecionados para participar no estudo PISA 2018, que decorrerá na escola sede do nosso agrupamento, Escola Secundária de Ermesinde, no dia 17 de abril de 2018, entre as 9h15 e as 13h.

O PISA, Programme for International Student Assessment, é promovido pela Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Económico (OCDE) e envolve cerca de 80 paises.

Este estudo avalia em que medida os alunos com 15 anos (nascidos entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2002) e que se encontram próximo do final da escolaridade obrigatória na maioria dos países, adquiriram conhecimentos e competências nos domínios da leitura, das ciências e da matemática, essenciais para o exercício da cidadania plena
nas sociedades contemporâneas.

A avaliação PISA centra-se em vários questionários, entre os quais, um dirigido a alunos selecionados aleatoriamente, outro dirigido aos respetivos encarregados de educação, outro à escola (Diretor) e, pela primeira vez, um a professores (diferente para os professores de Português e para os que não são de Português), também selecionados aleatoriamente.
As conclusões extraídas desta avaliação são depois utilizadas para melhorar a qualidade, a equidade e a eficiência dos sistemas educativos nos vários países participantes. Os resultados serão apenas apresentados por país/região, sem identificação de alunos nem de escolas.

Os resultados do teste não influenciam, por isso, as classificações escolares dos alunos e todos os dados recolhidos no PISA são mantidos em rigorosa confidencialidade.

A coordenadora do PISA 2018 do agrupamento,
Maria João Roxo Perdigão

Dia do Agrupamento - Oficina de Animação

No dia do agrupamento, que decorreu no passado dia 23 de março, o grupo de artes visuais disponibilizou uma oficina de animação que teve uma boa adesão por parte dos alunos. Entre estes apareceu o Diogo que demonstrou um particular entusiasmo pelas experiências que fez e que no final ficou com pena de não ter forma de ficar com os trabalhos em causa. Ficou então estabelecido o compromisso de publicar uma das suas animações no Jornal do Agrupamento. Como o prometido é devido aqui está!



quinta-feira, 29 de março de 2018

E.B. 2,3 D. António Ferreira Gomes - Projeto “Dress a Girl Around The World”

Uma escola solidária

No passado dia 23 de março, a E.B. 2,3 D. António Ferreira Gomes levou a cabo o 1º Evento de Costura Solidária, associado ao Projeto “Dress a Girl Around The World”.

Este evento reuniu toda a comunidade escolar, tendo como objetivo construir uma escola para a educação e a cidadania, fomentando competências solidárias e interculturais.

A “Dress a Girl Around the World” é uma ONG americana que está em Portugal desde 2016, cujo objetivo é fazer vestidos bonitos e duradouros para doar a meninas que vivem em países carenciados, levando-lhes um pouco mais de dignidade, proteção e esperança.

O sucesso deste projeto verificou-se desde as primeiras entregas de vestidos, tendo-se constatado que era necessário incluir também os meninos neste projeto e assim nasceu o “Shorts for Boys Around the World”, que visa a confeção de calções para serem distribuídos por meninos carenciados, levando-lhes também alento, amor e proteção.

Importa informar que com este projeto algumas destas crianças têm a oportunidade de estrearem roupa pela primeira vez.

Esta organização não aceita nenhum donativo monetário, dependendo unicamente de donativos materiais que visam a confeção dos vestidos/calções e o transporte dos mesmos para os países carenciados. São aceites: tecidos (coloridos e 100% algodão); cuecas de criança (100% algodão, tamanhos entre os 2 e 12 anos); elástico (1cm de largura); fita de viés; fita de cetim (2cm de largura); linhas (de máquina de costura ou de crochê).

Graças à generosidade, solidariedade e entrega de todos os envolvidos, este evento foi um sucesso, não só por termos conseguido costurar 26 vestidos e 46 calções, mas também pela partilha de saberes, pelo convívio que se viveu e por se colocarem crianças a ajudar outras crianças.

Brevemente, as roupas costuradas serão transportadas para Lisboa, onde se situa a sede destes projetos. De lá seguirão viagem, ao encontro de crianças carenciadas, que receberão assim, o nosso amor, carinho e solidariedade.























segunda-feira, 19 de março de 2018

O Dia Internacional da Mulher na ESE

No passado dia 8 de Março realizou-se no auditório da ESE uma palestra sobre Igualdade de Direitos dinamizada por um membro da Amnistia Internacional.
Publicamos aqui imagens do evento.




terça-feira, 6 de março de 2018

O Dia Internacional da Mulher na ESE

Atividades

Dia 8 de Março - Igualdade de direitos - Palestra no Auditório - 10.30h.

Dia 9 de Março - Gestão de Stresse - Gi Gong para Mulheres (exercícios de relaxamento) - turno da tarde palco da ESE.

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

A ÁRVORE EUROPEIA DO ANO 2018




O nosso sobreiro ficou nos 13 finalistas para o concurso da árvore com a história mais interessante da EUROPA... Vamos votar para que Portugal consiga ganhar este prémio.

Votem e partilhem pelos vossos amigos.


sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Orçamento Participativo jovem de Valongo

Até ao dia 2 de Março, temos a possibilidade de apresentar projetos que em caso de serem os vencedores terão um prémio de 10.000€. Temos de participar e apresentar projetos de valorização do nosso parque escolar, ou qualquer outra ideia que seja uma mais valia para as nossas escolas.

Com a ajuda de todos temos boas possibilidades de conseguirmos ser vencedores.

Vamos lá a passar as ideias para o papel e apresentar projetos ganhadores!

Para mais informações consultar: http://opjv.cm-valongo.pt/





Atividade Net M@is Segura no Agrupamento

Fazendo alusão ao Dia da Internet Mais Segura - 6 fevereiro 2018 - realizou-se nas cantinas do nosso agrupamento a atividade Net M@is Segura. A sensibilização para esta temática consistiu na impressão de avisos de alerta e de uma sopa de letras nas bases de papel para os tabuleiros.







A dinamização da atividade ficou a cargo de alguns alunos do 10º EI, que selecionaram os alunos do 2º e 3º ciclos e deram apoio aos alunos enquanto realizavam a sopa de letras.
De uma forma geral os alunos aderiram com entusiasmo a esta atividade.

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

ALUNOS E PROFESSORES DA ESCOLA SECUNDÁRIA DE ERMESINDE EM INGLATERRA


Na semana de 22 a 26 de janeiro de 2018 um grupo seis alunos e dois professores da Escola Secundária de Ermesinde participaram num Seminário Internacional em Inglaterra. Este realizou-se na Hillside High School, em Bootle, uma localidade próxima de Liverpool.


(Prof. Raul, Tiago, Armando, Catarina, Cláudia, Daniela, Bruna, Prof. Liseta, Prof. Peter Vaandrager, Amanda Ryan - Diretora da HHS)


Os temas deste seminário, nos moldes de um curso com quatro tópicos, foram Matemática, Tecnologia, Ciências e Música. A participação dos alunos desta escola sucedeu a um convite que me foi endereçado por um dos dois organizadores do evento, o holandês Peter Vaandrager, depois de um encontro em que participamos juntos em Bruxelas.


(equipa de professores organizadores e professores responsáveis pelos participantes)


Neste evento participaram cerca de 100 alunos de Portugal, Inglaterra, Bélgica, Alemanha e Holanda. O mesmo foi uma iniciativa enquadrada num desígnio da união europeia as STEM (Science, Technology, Engineering and Mathematics), sendo o tópico Música um tópico extra que varia de ano para ano. O curso iniciou-se com uma apresentação da realidade e do contexto da escola de proveniência de cada grupo de alunos, na qual, os nossos alunos fizeram uma magnífica apresentação em inglês. Terminou com a apresentação do trabalho desenvolvido no decorrer do seminário, em que mais uma vez alunos da nossa escola brilharam.



(Alunos da ES Ermesinde a apresentarem a escola, a cidade, o concelho e o distrito)


(Fecho das apresentações com uma canção em que a Catarina atuou na 1º fila)


Para além do curso, o qual foi muito apreciado por todos os participantes e em especial
pelos nossos alunos, houve momentos de grande convívio entre alunos de 16 anos de todas as nacionalidades presentes, o qual combinou interesses próprios desta faixa etária com a utilização da língua inglesa. Os nossos alunos foram exemplares na participação e no convívio, sendo sempre alegres e comunicativos. No seminário, participaram com grande empenho, tendo a sua postura sido elogiada por responsáveis de outros países. Os efeitos do seminário e do encontro com outras culturas não terminaram no último dia, continuam nos contactos resultantes das amizades estabelecidas e nos contactos entre os professores presentes a pensarem em futuras iniciativas internacionais.




(Convívio entre participantes de diferentes nacionalidades, no hotel)



(Convívio com participantes de nacionalidades diferentes à mesma mesa, ao jantar)



(Almoço rápido na Hillside High School, entre sessões de trabalho)



Os professores da ESE que acompanharam os alunos, a Drª Liseta Ramos, professora de Física e Química e eu próprio, Raul Aparício, professor de Matemática, demos este tempo em Liverpool, Bootle (escola) e Southport (hotel) como muito importante na construção dos conhecimentos e da cidadania europeia destes alunos e a observação dos seus comportamentos e das suas expressões faciais são suficientes para dizermos que as expetativas foram superadas e nos enchermos de orgulho dos nossos alunos e enorme satisfação enquanto educadores.



(Todos os participantes no Seminário, na 1ª fila a Daniela e a Catarina e à esquerda os restantes portugueses)


O sentimento dos alunos face a esta semana em Inglaterra pode ser melhor percebido ao lermos um texto que nos escreve a Bruna Santos, do 11ºD, no qual acrescenta frases dos seus colegas.

“Meses de preparação, muita criatividade e boa vontade por parte dos professores deram origem a uma das melhores viagens alguma vez feita por nós, alunos da Escola Secundária de Ermesinde. A certa altura neste ano letivo foi-nos proposta a realização de uma pequena viagem a Liverpool em janeiro de 2018, no entanto, mal sabíamos o que nos esperava! Cinco dias de total diversão e aprendizagem, por mais incrível que pareça, permitiram, a cada um de nós, crescer um pouco mais na vida de estudantes. Ninguém diria que seis estudantes portugueses perante tantas adversidades estrangeiras se soubessem comportar tão bem. Lidámos cara a cara com diversas culturas, conseguimos
pôr o nosso conhecimento em prática e durante esta pequena jornada num país diferente percebemos que fomos preparados para qualquer situação, mesmo para as que não esperávamos.
Tal como eu, os restantes têm uma opinião muito similar, eis os comentários dos cinco alunos:

Armando Teixeira: Esta experiência superou todas as minhas expectativas. O ambiente entre os estudantes dos diferentes países era fabuloso, bem como o nosso acolhimento e integração no projeto. Foi uma semana extremamente enriquecedora, da qual surgiram novas amizades, e que recordarei com grande nostalgia.




(O Armando a testar o movimento do robot após programação, em equipa com um aluno belga)

Tiago Soares: Foi uma oportunidade que só aparece uma vez na vida e ainda bem que a aproveitei, pois permitiu-me desenvolver capacidades que eu pensava não possuir e permitiu-me, também, conhecer pessoas indescritíveis e aproximar-me ainda mais de algumas que já conhecia.




(O Tiago a programar o robot, em equipa com um aluno holandês)




(O Tiago e o Armando a testar um robot no Espaço, em equipa nacional)


Daniela Coelho: Melhor semana que poderia ter! Construímos boas amizades, momentos inesquecíveis e um curso que só me levou a ter mais certezas do que quero para o meu futuro. A viagem superou totalmente as minhas expectativas, que já eram altas. Uma rara e excelente oportunidade que todos nós tivemos e que nunca será esquecida.




(A Daniela a abrir a sessão final)

Catarina Dias: Sem palavras! Nunca pensei que algo me marcasse tanto pela positiva como esta viagem. Novo país, novos costumes, novas ruas, novas pessoas e novas experiências... Tudo combinado para formar esta fotografia que já mais se apagará da minha memória. Uma semana que serviu de escape à rotina, mas que ao mesmo tempo me expandiu o conhecimento e me fez perceber, finalmente, qual a minha verdadeira paixão. Sinto me honrada e extremamente feliz por ter feito parte deste projeto e por ter representado não só a nossa escola como também o meu país. Definitivamente algo a repetir!” Assim, apesar do pouco descanso e da comida nada agradável, esta viagem tornou a minha passagem pela escola algo grandioso e fez com que percebesse a importância, que a educação e a convivência com os outros tem na nossa vida. Foi uma pequena viagem em tempo, mas uma viagem grande o suficiente para marcar o meu coração!



(A Catarina a cantar para todos)



(A Catarina e a Daniela a ouvirem com atenção o professor de música e numa sala especial com instrumentos musicais especiais)


Cláudia Poças: Considero que esta viagem foi a melhor viagem em que participei, não só pelo que aprendemos, mas também por termos tido a oportunidade de conhecer novas pessoas e culturas.




(Bruna Santos e Cláudia Poças, no laboratório de ciências)


Neste seminário a matemática esteve presente na tecnologia, mas houve também um tópico dedicado exclusivamente à matemática, num curso orientado pelo Prof. Peter Vaandrager, mas que não contou com a presença de alunos portugueses nesta edição por falta de vagas.



(Um momento de muito trabalho e concentração na sessão de matemática)


Mais algumas notas fotográficas da nossa presença em Inglaterra.




Esta presença teve desde cedo o grande apoio institucional do Agrupamento de Escolas de
Ermesinde, nomeadamente através da Direção e do Conselho Pedagógico. 
Também por parte da Junta de Freguesia de Ermesinde tivemos um excelente acolhimento relativamente a esta iniciativa e mais tarde também a Câmara Municipal de Valongo se associou, com uma palavra de apoio e alguns “iPedras” para oferecermos aos responsáveis pelo evento, que muito os satisfez.
O esforço financeiro para participarmos teria de ser suportado por completo pelos pais e pelos professores, mas conseguimos em pouco tempo reduzir este esforço com a venda de cartões mágicos com base matemática e com publicidade a algumas empresas de Ermesinde. Não podemos deixar passar esta oportunidade para lhes agradecer publicamente e de as nomear: 
Felino, Dica – artes gráficas e brindes publicitários, Bristol School – Instituto de línguas, Calheiros embalagens, JNC contabilidade, Eurocofema e Bompiso.
Os responsáveis por estas empresas acolheram-nos e a maioria ouviu-nos com muito
entusiasmo. Em geral fomos muito bem recebidos, mesmo por quem acabou por não conseguir apoiar-nos. Foi exceção a esta regra a Lipor, uma empresa que nunca imaginamos que não tivesse tido uma postura de maior elevação nas relações institucionais.

Este evento em Inglaterra faz-se há alguns anos com alunos dos restantes países e foi a primeira vez que participaram alunos portugueses. O agrado com o nosso grupo foi tanto que se for realizada a próxima edição no próximo ano temos a certeza de que seremos mais uma vez convidados e desta vez a participar com mais alunos.
É com muita satisfação que, muito provavelmente em resultado de tão boa impressão causada, recebemos na semana a seguir ao encontro uma proposta para receber a visita de alguns professores holandeses em Maio/Junho do corrente ano com vista à realização de mais iniciativas de intercâmbio internacional com alunos, uma das quais poderá mesmo vir a realizar-se na nossa escola no próximo ano letivo.

Prof. Raul Aparício Gonçalves
Coordenador do Departamento de Matemática e Tecnologias do AE de Ermesinde